sage logo

Sep 22, 2021

Criptomoeda SOLANA sofre grande desvalorização após ataques DDoS

Criptomoeda despenca min scaled pdihpmjkqbtuufwrqmxufcmehhfvwcvbc

A Solana (SOL) é uma criptomoeda promissora, considerada por alguns especialistas uma boa alternativa ao ETHEREUM (ETH) visto que tem capacidade de processar milhares de transações por segundo gastando menos energia.

 

Após uma considerável alta, a criptomoeda chegou a atingir US$ 213,47 no dia 09 de Setembro de 2021, mas um vilão já conhecido fez estes valores despencarem novamente.

 

No dia 14 de Setembro, às 12h38 UTC, a conta do Twitter “Solana Status” fez algumas postagens informando que estavam sofrendo instabilidades devido a ataques de negação de serviço (DoS/DDoS).

 

 

Segundo divulgou em seu blog SOLANA.COM, a indisponibilidade durou 17 horas. Para resolver o problema, a equipe técnica da SOLANA precisou desenvolver às pressas uma nova versão do sistema e reiniciar a rede para aplicar as correções.

 

Apesar de terem reagido rapidamente, em menos de 24 horas, a criptomoeda teve uma queda de 21,35%. Sua cotação chegou a U$174,93 no dia 13 de Setembro, mas caiu para U$144,15 no dia seguinte aos ataques.

Mais do que provar os prejuízos que um ataque pode trazer, este episódio nos mostra a importância da prevenção aos ataques. “A prevenção ao ataque se mostra mais econômica do que a sua contenção, visto que pode ser feita de forma planejada e antes dos prejuízos acontecerem”, explica Daniel Damito, diretor de redes da Sage Networks.

 

A Sage Networks é especializada na prevenção e mitigação de ataques DDoS. Além de possuir a maior infraestrutura de mitigação em nuvem do Brasil, também implementa e opera soluções de mitigação para operadoras e provedores de Internet

COMPARTILHE

Você também pode gostar

blog

Ataque DDoS deixa um país inteiro sem Internet

ck

Cliente da Sage Networks reduz custos e otimiza seus investimentos através da adoção do IPv6

expoisp pbfbnksjxowaqxmpvkrybzbrgzebers

Sage Networks estará presente na ExpoISP do mês de novembro em São Paulo